saibatudosobreoseguroriscosdeengenharia

Saiba tudo sobre o seguro riscos de engenharia

Obras de todos os tamanhos implicam em riscos de engenharia, sejam aqueles relacionados ao projeto, sejam outros tipos de danos físicos que possam incidir sobre a área. Cada obra guarda suas próprias particularidades, a exemplo da localização, tipo de construção, vizinhança e duração dos trabalhos, por isso, a apólice permite alta individualização da contratação.

Isso significa que os riscos serão mapeados de acordo com cada obra, também consideradas as reformas e instalações. Até mesmo o risco de vandalismo ou furto dos materiais é avaliado, e a cobertura também poderá abarcá-lo. Fenômenos da natureza, como tempestades e raios também estão entre os riscos de engenharia.

Continue sua leitura e entenda melhor como funciona o seguro sobre riscos de engenharia. Para nos ajudar a explicar da melhor forma possível, contamos com a colaboração de Alexandro Sanxes, diretor técnico e responsável pelo produto de engenharia, da Berkley Brasil Seguros. Confira!

Qual o objeto do seguro sobre risco de engenharia?

É uma pergunta de máxima relevância, pois evidenciará o que o contratante poderá esperar da sua apólice. O seguro de riscos de engenharia, como sugere o uso do plural, com cobertura “all risks”, que cobre todos os tipos de danos físicos que possam atingir à obra e comprometer o seu andamento ou suas estruturas.

Também cobre, danos causados a terceiros, que eventualmente ocorram durante a fase de execução da obra. A indenização a ser paga pode ser destinada à execução de novas obras relacionadas à segurada. Além das coberturas por danos físicos, é possível adicionar à apólice outras, que sejam consideradas pertinentes, mediante valor adicional a ser pago pelo contratante.

Quem pode contratar?

O interesse pelo seguro de riscos de engenharia é amplo, e tanto o contratante e dono da obra quanto a construtora contratada poderá adquirir a apólice. Para o dono da obra, a vantagem é saber que ela chegará ao final no prazo previsto ou o mais próximo dele, tendo seus eventuais prejuízos indenizados.

Já para a contratada, que é a responsável pela realização da obra, a contratação do seguro de riscos de engenharia pode representar um diferencial competitivo no mercado. Isso porque ela oferecerá uma garantia para o contratante quanto à entrega do objeto do contrato, que é onde estão depositadas as suas expectativas e o seu dinheiro.

A contratação da apólice pode ser feita tanto por pessoa física quanto por jurídica, o que é mais uma das facilidades do seguro sobre riscos de engenharia.

Quais os principais riscos em uma obra?

Apontar todos e a probabilidade de serem verificados é humanamente impossível, mas é viável mapear a obra com o objetivo de identificá-los. Durante a fase de construção, é possível destacar os danos causados pela natureza, como os já mencionados raios e tempestades, além de vendaval, alagamento, inundação, desmoronamento, queda de rocha, gelo e geada.

Todos esses eventos danosos podem acontecer ao longo da obra e, mesmo que signifiquem pequenas probabilidades individualmente, em conjunto justificam a contratação do seguro e garantem a tranquilidade do segurado durante toda a vigência da apólice.

Além dos danos físicos causados pela natureza, o seguro pode contemplar também cobertura contra incêndio, explosão, roubo, furto qualificado de bens a serem incorporados à obra, acidentes na equipe responsável pelo serviço, material defeituoso, erros de execução, desabamento de estrutura e outros problemas ocasionados por erro de projeto.

Como minimizar os riscos?

Dada a imprevisibilidade de alguns, é praticamente impossível criar barreiras que impeçam a ocorrência dos danos, mas tomar todas as precauções possíveis, é indispensável para evitar que aconteçam aos elementos da obra, com o rigoroso exercício do controle sobre ela.

A apólice não é contratada como uma forma de eximir o contratante dos devidos cuidados com a execução da obra, mas para garantir que riscos futuros e incertos comprometam o cumprimento daquilo que foi acordado entre as partes.

A obra deve observar rígidos critérios de segurança, como cumprir as determinações do Código de Obra do Município em que estiver localizada, as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a Norma Regulamentadora nº 18, editada pelo Ministério do Trabalho e Emprego e outras imposições do Corpo de Bombeiros.

Também é importante cumprir as exigências e as recomendações dos fabricantes dos materiais utilizados e manter todos os padrões técnicos de operação, segurança e redução de impactos ambientais. Eventualmente, pode ser necessária a expedição de licença para a realização da obra por órgãos de fiscalização ambiental, quando localizadas em áreas de proteção.

Manter o canteiro limpo é essencial, e para isso todos os materiais que não estiverem sendo utilizados ou não forem necessários para a obra, deverão ser retirados do local para que não criem riscos além daqueles inevitáveis.

Trabalhar com pessoas qualificadas e habilitadas à realização do serviço é outra forma de reduzir riscos, e o resultado também compensa um nível elevado de exigência, mesmo que isso implique na contratação de uma mão de obra mais onerosa.

Qual o tempo de vigência da apólice?

O tempo de vigência da apólice representa o período no qual a obra estará coberta contra os riscos de engenharia. É recomendado que o planejamento da obra inclua a contratação desde o primeiro momento, pois os riscos são verificados desde o início, como com a instalação do canteiro de obras. O ideal é que a apólice esteja vigente desde então!

As apólices são emitidas para períodos iguais ou superiores a 12 meses, e durante toda a vigência do contrato os fatos que tiverem relevância deverão ser informados à seguradora. Omitir informações pode significar a quebra do contrato, e eventualmente excluir a obrigação de indenizar da seguradora. Como já foi falado, contar com o seguro não justifica menor controle, ou cuidado com as questões que envolvem a obra, ou o contrato de seguro.

Vantagens da contratação do seguro sobre riscos de engenharia?

Muitas vantagens puderam ser evidenciadas no presente texto, como blindar-se de prejuízos com a obra e mecanismos para fazer com que a entrega seja feita dentro do prazo previsto.

A tranquilidade adquirida pelo contratante justifica tal precaução, além de preservar os valores que foram investidos na empreitada, tornando mais fácil e rápida a obtenção de lucros.

Agora que você sabe como funciona o seguro sobre riscos de engenharia, entre em contato conosco! Estamos à disposição para ajudá-lo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.