Entenda o que é análise de risco e a sua importância! Entenda o que é análise de risco e a sua importância!
entendaoqueeanalisederiscoeasuaimportancia

Entenda o que é análise de risco e a sua importância!

Compreender e gerenciar os fatores capazes de impactar cada etapa produtiva no mundo dos negócios é uma das formas mais precisas de contornar efeitos danosos e manter-se em ritmo de crescimento. Mas você sabe o que é análise de risco?

Ao contrário do que muitos imaginam, algumas ameaças afetam de maneira definitiva um empreendimento. Assim, a prevenção é sempre o melhor caminho para preservar a sua competitividade e sobrevivência no mercado. O tema é complexo, mas com as informações e apoio dos profissionais certos fica mais fácil realizar um trabalho bem-sucedido.

Pensando nisso, elaboramos um post para que você entenda de uma vez por todas o que é a análise de risco, e como ela é importante para o sucesso do seu negócio. Continue a leitura e confira!

O que é risco?

Um risco pode ser classificado como exposição a determinado evento com potencial para causar danos. É uma possível ameaça ao equilíbrio de uma empresa, que pode resultar em problemas futuros e comprometimento dos resultados esperados.

Nesse contexto, é importante lembrar que a atividade empresarial, em si, já envolve riscos de todos os tipos, seja por alguma circunstância desenvolvida no ambiente de trabalho, seja por flutuações do mercado externo. Enfim, consequências que podem ocorrer ao longo do seu processo produtivo.

Os riscos podem ter efeitos imediatos ou não, mas geralmente quanto maior é o período de interferência do agente causador, maiores serão os danos, que poderão acontecer em diversas esferas:

  • funcionários;
  • produto;
  • maquinário;
  • fornecedores etc.

Além disso, o seu surgimento também apresenta diversas origens — resultando de fatores humanos, naturais, econômicos, tendências de mercado, entre outros. Por isso, mapear todos eles e contar com estratégias para enfrentar esses obstáculos é tão importante.

O que é a análise de risco e como ela funciona?

O processo de análise de riscos nada mais é do que um planejamento dos recursos de uma organização, a fim de minimizar os impactos de qualquer ameaça — criar a estrutura necessária para que ela continue funcionando diante das adversidades que possam surgir ao longo de sua trajetória.

O assunto é regulamentado por uma norma específica, a NBR ISO 31000, que dispõe sobre os princípios norteadores da gestão de riscos nas empresas. Segundo a norma, o objetivo do gerenciamento de risco é a criação e proteção de valor.

Contudo, a execução da análise e gerenciamento de risco varia de acordo com a realidade de cada companhia. Normalmente, o trabalho é feito com base em uma combinação de ferramentas e metodologias.

Quando esse plano é realizado de maneira eficiente, é possível inclusive prevenir falhas e eliminar a ocorrência de alguns riscos. Contudo, é importante ter em mente que se trata de um procedimento contínuo, sobretudo levando em consideração a dinamicidade do mercado.

Para atingir melhores resultados, a análise de risco também deve ser feita durante o desenvolvimento de um projeto, pois eventualmente haverá necessidade de mudanças. Então, tudo deve estar bem atualizado para precaução de novas ameaças.

Quais os principais passos para realizá-la?

O primeiro passo para realizar uma análise de risco eficaz é se concentrar em um trabalho específico — desmembrar a execução das tarefas, verificar o passo a passo performado por diferentes colaboradores.

Para completar a etapa, deve-se descrever as respectivas tarefas, os riscos identificados e apontar as medidas alternativas para contê-los. Procure questionar:

  • o que pode dar errado?
  • quais os fatores contribuiriam para o seu fracasso?
  • quais seriam as consequências se o problema acontecesse?
  • qual a probabilidade dessas ações não darem certo?

Na sequência, é necessário detalhar o risco de maneira consciente e organizada — incluir o ambiente onde ele existe, o tipo de exposição que ele exerce, quem são os afetados, qual evento pode desencadeá-lo.

Ademais, também é relevante verificar a existência de outros para contribuir com a ameaça, e qual o provável resultado se ele ocorresse.

Por fim, é fundamental que o gerenciamento de riscos elabore um plano para controlar os perigos associados a cada tarefa. Para tanto, a melhor orientação é procurar eliminá-lo ou fazer alguma substituição.

Outro aspecto indispensável é ter um controle de engenharia para redesenhar, projetar o ambiente interno em busca da extinção ou redução do risco. E um controle administrativo para conduzir o modo dos funcionários trabalharem em torno dele.

Lembrando que, os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) são uma peça-chave na contenção de riscos — eles não impedem que acidentes aconteçam, mas diminuem significativamente as suas consequências. Portanto, é essencial que os colaboradores estejam habituados e alinhados aos benefícios do seu uso.

Quais as vantagens em implementá-la?

O principal benefício gerado para empreendimentos que decidem implementar essa prática é a segurança, pois há uma visão ampla de todos os cenários de riscos e como eles afetam a rotina de atividades.

Mapeados os problemas possivelmente encontrados pelo caminho, a empresa também ganha estabilidade nas suas operações, o que vai refletir em um fluxo mais contínuo de produção e também em produtos ou serviços de melhor qualidade.

Se o gerenciamento de riscos auxilia na diminuição de falhas, isso significa que a organização naturalmente terá menos prejuízos. Nesse sentido, a economia vai englobar os desperdícios com a mobilização de recursos para corrigir o transtorno causado.

Assim sendo, de um modo geral a companhia terá um maior controle sobre os seus gastos e, consequentemente, empregará de maneira assertiva o capital, de acordo com as reais necessidades de desenvolvimento da empresa.

Com tantos desafios inerentes à atividade empresarial, saber o que é análise de risco e como ela afeta o desempenho do seu negócio torna-se essencial para a conquista de uma posição de destaque perante os consumidores. Nesse contexto, contar com a expertise de uma empresa especializada para realizar essa tarefa deixará o trabalho mais simples e eficiente. E a Multirisco é a melhor aliada para ajudar nessa missão.

Gostou do post? Agora que você já sabe o que é uma análise de risco e como ela pode influenciar nos resultados da sua empresa, aproveite para entrar em contato com nosso time de consultores e descobrir as soluções adequadas para o seu caso.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.