Fiança bancária ou seguro garantia? Escolha o melhor Fiança bancária ou seguro garantia? Escolha o melhor
fiancabancariaousegurogarantiaescolhaomelhor

Fiança bancária ou seguro garantia? Escolha o melhor

Seguro garantia x fiança bancária, qual a melhor opção para viabilizar as operações do seu negócio? Embora ainda seja uma modalidade pouco conhecida entre as empresas, o seguro garantia tem se tornado uma benéfica alternativa em relação à fiança bancária. Suas vantagens podem ser muito mais eficientes e lucrativas para as companhias.

Pensando nisso, elaboramos um post para mostrar as principais diferenças entre as duas categorias, ressaltando por que o seguro garantia pode ser muito mais vantajoso para qualquer empresa. Continue a leitura do artigo a seguir e confira!

O que é o seguro garantia?

O seguro garantia é um tipo de proteção para empresas que busca assegurar que determinado contrato será cumprido. Essa obrigação contratual pode ser um serviço, fabricação, edital, fornecimento, dentre outros.

A garantia pode ser pactuada por qualquer tipo de empresa, de pequeno a grande porte. Existem três envolvidos nesse processo: o tomador, o segurado e a seguradora.

O tomador é aquele que contrata o seguro e, consequentemente, aquele que deve executar o contrato. Já o segurado é aquele que está aguardando o cumprimento do serviço e deseja a garantia. E finalmente a seguradora é aquela que opera o processo do seguro, sendo um intermediário.

Em quais setores da economia ele pode ser utilizado?

O Seguro Garantia é aplicável a uma ampla gama de segmentos. Seja para atuação no setor público ou privado, algumas das suas principais modalidades são:

O que é a fiança bancária?

A fiança bancária também pode ser considerada uma modalidade de proteção por garantia, por meio de um contrato bancário. Esse serviço pode ser realizado para garantir o cumprimento dos mesmos objetos contratuais que o seguro garantia.

Dentre os envolvidos, temos o fiador, o afiançado e os beneficiários. O fiador é a instituição bancária, que garantirá o cumprimento das obrigações contratuais por meio da emissão de uma carta fiança. O afiançado é o cliente do banco que realizará as disposições contratuais. Já o beneficiário é o credor do negócio assumido entre as partes.

Qual a diferença entre seguro garantia e fiança bancária?

As principais diferenças entre o seguro garantia e fiança bancária estão no preço, na agilidade e nos limites de crédito. Veja com detalhes cada tópico:

Preço

Os preços para contratação do serviço de seguro garantia são bem mais baratos do que as cartas de fiança emitidas pelos bancos. Como a prática de grandes empresas em exigir garantia vem crescendo, as seguradoras estão oferecendo serviços muito mais rentáveis e benéficos.

Além disso, as taxas e juros incorporados nesses ofícios são infinitamente menores do que nos negócios apresentados pelos bancos.

Agilidade

O seguro garantia é menos burocrático, sendo necessário para a empresa apenas a apresentação dos três últimos balanços patrimoniais, o documento de Demonstração do Resultado do Exercício – DRE, e a última alteração contratual para a devida identificação dos proprietários da companhia.

Portanto, a análise de risco que a seguradora faz é muito mais eficiente e rápida, se comparada com a tradicional e velha burocracia dos bancos, que todos conhecem.

Limites de crédito

Quando uma empresa contrata uma fiança bancária, os limites de crédito ficam comprometidos, o que prejudica o balanço patrimonial. Para as companhias que precisam do crédito para efetivar os seus projetos, a fiança bancária pode atrapalhar esse objetivo.

O seguro garantia não afeta as linhas de créditos assumidas pelas empresas, mantendo o balanço patrimonial intacto.

O que deve ser considerado ao se contratar um seguro garantia?

Mesmo sabendo que o seguro garantia é uma modalidade mais vantajosa que a fiança bancária, é importante que o empresário esteja por dentro de todos os detalhes antes de contratar esse tipo de serviço. A seguir, confira os tópicos que não pode passar despercebidos.

Grau de cobertura

O primeiro ponto a ser considerado na contratação de um seguro garantia é o grau de cobertura oferecido na transação. Normalmente, ela é válida pelo mesmo prazo de duração do contrato. Assim, não há necessidade de renovação nesse intervalo de tempo.

Na contratação da fiança bancária, por exemplo, a cobertura deve ser renovada todo ano, por meio do pagamento de uma taxa.

Custo-benefício

O seguro garantia se revela uma alternativa de excelente custo-benefício, pois não interfere na linha de crédito bancária da empresa — ele é calculado com base em uma análise de risco do negócio, o que garante maior personalização de valores e condições.

Outra vantagem oferecida é a rapidez na contratação. O seguro pode ser feito online e sem grandes burocracias, o que permite que seja liberado em poucas horas.

Emissão de apólice

Por ser um processo simplificado, a rapidez na emissão da apólice do seguro garantia é um dos principais aspectos para se considerar. Como mencionado, é possível conseguir sua liberação em algumas horas.

A fiança bancária, por outro lado, demora entre 7 e 15 dias para ser finalizada. Portanto, a agilidade de processamento é um requisito extremamente importante para empresas que têm pressa para fechar contratos.

Avaliação de risco

A contratação do seguro garantia tem a participação de uma empresa avaliadora de riscos. Seu objetivo é controlar o percentual de exposição a riscos que a empresa apresenta. Esse cálculo é feito antes da emissão da apólice, e via de regra utiliza os instrumentos:

  • o processo de subscrição;
  • a análise econômico-financeira do tomador

Em algumas seguradoras esse serviço é feito por uma equipe própria, que acompanha a execução do projeto, mas outras terceirizam a etapa.

Após a emissão da apólice, é exigido a apresentação de relatórios mensais, bem como o acompanhamento do cronograma das etapas previstas para liberação das parcelas do financiamento.

Também é comum que a empresa avaliadora de riscos contrate um seguro de responsabilidade civil profissional, a fim de assegurar-se de possíveis erros na execução da sua atividade.

Como você pôde ver, o seguro garantia traz inúmeros benefícios não somente para empresas que participam de processos licitatórios, mas na execução de contratos em geral. Além do mais, na relação seguro garantia x fiança bancária, fica evidente que a primeira alternativa é muito mais vantajosa — seu serviço é mais simples, rápido e econômico para o empresário.

Se você curtiu o nosso conteúdo e quer se informar ainda mais, simule os valores para contratação do seguro garantia na calculadora abaixo. 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.